Literatura da Periferia


Durante todo o Encontro Nacional de Polos de Leitura promovido pelo Programa Prazer em Ler (Instituto C&A) em Salvador tivemos a poesia como companheira. Um dos pontos altos do evento foi o bate papo com os escritores marginais Rodrigo Ciríaco e Sérgio Vaz com mediação do Beto Silva. 


Além desse momento de conversa com os poetas que foi permeado por leituras, declamações e relatos de vida tivemos o "Sarau Literário: Literatura das Quebradas". Toda essa programação suscitou o debate e ajudou a ampliar o olhar de todos nós sobre a literatura da periferia, ou seja, escritores da comunidade e ações de incentivo à leitura nascidos no centro das periferias. 

No programa que iremos dividir com vocês agora é possível perceber a efervescência desse segmento e sua importância na vida das pessoas e das comunidades. 

Nesta edição do ABCD em Revista com o tema "Literatura na periferia: as vozes das quebradas" entrevistaremos escritores, conheceremos suas inspirações e histórias de vida fundamentais para compor seus enredos. O que produzem é literatura periférica? Ou marginal? Ou os rótulos empobrecem as suas histórias? Como a periferia inspira e é objeto de suas reflexões?

0 comentários:

Postar um comentário