LIMERIQUES INVADEM A BIBLIOTECA

E o grande tema para as últimas mediações de leitura da biblioteca "Mundo do Saber" (Pólo de Leitura "Sou de Minas, Uai") foram os LIMERIQUES. Os Limeriques estão nos painéis, nas paredes e na boca dos leitores da biblioteca.

Os limeriques são poemas que possuem a característica de utilizarem de apenas cinco linhas. A primeira, a segunda e a quinta linhas irão sempre rimar. A quarta e a quinta serão sempre mais curtinhas que as demais e irão rimar entre sí.
"Acredita-se que ele (LIMERIQUE) tenha nascido antes de Edward Lear, o mais conhecido escritor de Limericks (como são chamados originalmente, em inglês). Um livro de E. Marshall seria o primeiro a conter limericks, em 1822." (praialouca.com)

No Brasil temos a escritora Tatiana Belink como uma referência na produção deste tipo de poema. A escritora já publicou vários livros nesse estilo, fazendo jus a sua característica de contar historinhas malucas e divertidas.


"HÁ COISAS DAS QUAIS TENHO MEDO,
E DISTO NÃO FAÇO SEGREDO:
DO QUE NÃO CONHEÇO,
DO QUE NÃO MEREÇO,
É DISSO QUE EU MORRO DE MEDO."

Tatiana Belinky


A leitura de Limeriques tem criado momentos divertidos na biblioteca e serviu para inserir mais uma palavra no vocabulário das crianças e adolescentes, além de contato com mais um tipo de leitura: os Limeriques!


0 comentários:

Postar um comentário