ÀS VEZES UMA MEDIAÇÃO DE LEITURA ACONTECE ASSIM...

NA EDITORA ...

Dia de comprar livros é sempre um dia alegre. Nós do Pólo de Leitura “Sou de Minas, Uai” já experimentamos diversas formas de compra, como por exemplo, a internet. É claro que não iremos suprimir aqui as vantagens e comodidades que a compra online possui, mas ir até uma editora, e ter um catálogo de livros a sua disposição, assim como um menu de restaurante, é indescritível. Naquele momento você tem a possibilidade de tocar, cheirar, conferir o designer, e dependendo do tamanho da história até dar uma lida. É esse o processo que experimentamos sempre que vamos a editora Lê, que representa algumas outras editoras também, aumentando assim a variedade de títulos. Foi num momento assim, de êxtase, afundado em livros, que uma das representantes da editora me traz um livro bastante interessante, chamado “Inventário de Segredos” da Socorro Acioli (editora Biruta). De cara já me encantei pela parte gráfica e as ilustrações, e pra completar o fascínio a funcionária da editora vem e me dá uma pequena descrição da obra: “É Fantástico. E muito engraçado. Você lê numa sentada”. E já foi logo me entregando assim, sem nem titubear o segredo do Amadeu.                                                                                                                                

O “Inventário de Segredos” é um livro cuja história se passa na pequena cidade de Urupemba. Em forma de poemas e com uma pitadinha de cordel vai desvendando os segredos dos moradores da cidade que estão totalmente interligados.


NA BIBLIOTECA MUNDO DO SABER...

Chegando na instituição, de segredos em mãos, já lidos e relidos, fui logo correndo até Camila (psicóloga da instituição e leitora da biblioteca) para apresentar o livro, que ela logo fez empréstimo e voltou no dia seguinte com o mesmo encantamento. A próxima da lista foi Eliane (contadora de histórias e leitora da biblioteca) que também fez o empréstimo, leu para as filhas e o marido. 

"Achei o livro bastante acessível ao público, pois foi lido para crianças e adultos. É um livro engraçado com uma história bastante elaborada. Uma história ligada à outra, que dava a impressão de que eu estava naquela cidade. Fiquei imaginando como a autora elaborou a história. Fiquei curiosa para saber se eram narrações vividas ou da imaginação dela." 

A partir daí, começaram a ferver idéias para uma mediação da história na reunião de gestores do projeto de leitura que aconteceria na semana.

NA REUNIÃO ...

A reunião iniciou-se com a mediação. Eu e Eliane combinamos que ela representaria os segredos femininos e eu os masculinos. De entrada as pessoas já se encantam com a introdução do inventário, que dá uma leve noção do que vem a seguir. As histórias dos moradores de Urupemba são engraçadas e revelam de forma lúdica os sabores e dores dos seres humanos. É um livro que foge dos clichês e por isso prende a atenção do leitor até o último segredo revelado. O final é surpreendente, e claro não irei tirar o seu prazer de descobri-lo por conta própria. Como sabemos, segredo é coisa difícil de guardar, e os de Urupemba já estão rodando pela comunidade.

"Caminhar por entre a cidade de Urupemba à sombra de seus personagens, saber que os segredos mais íntimos interfere na rotina diária de cada um e de todos, é uma trilha que a Socorro soube fazer de maneira graciosa e encantadora." (Eleusa A. Veiga - coordenadora do Pólo "Sou de Minas, Uai")
 

Eu ainda não sei do que gosto mais no livro. Depois de ter presenciado uma mediação da história tive que pegar o livro e ver com minhas próprias mãos e olhos. É tudo mágico, palavras tão lindas quanto as ilustrações, segredos que me
causaram risadas e me ajudaram a chamar o sono antes de dormir. (Ágata Caroline, leitora)



Gostei muito do livro, é aquele tipo de leitura que começamos a ler e não conseguimos parar. Assistí a uma mediação feita pelo mediador de leitura Rafael, da biblioteca “Mundo do Saber”, no GDECOM e a partir dai comecei a indicar aos leitores da Biblioteca Comunitária "Livro Aberto" na VIVA. Muitos já leram e também apreciaram bastante. (Daniela- Mediadora de leitura da Biblioteca Comunitária Livro Aberto)

Saiba mais sobre a autora:

As borboletas de fevereiro
Segredos de uma escritora brilhante 
Inventário de Segredos
Rimas Faceiras e vários segredos

0 comentários:

Postar um comentário